Mitsubishi Lancer chegará em breve ao Brasil | Motor-Mais

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Mitsubishi Lancer chegará em breve ao Brasil


De olho nos bons números de vendas da categoria dos sedãs médios, a Mitsubishi, não querendo ficar de fora desse segmento, deverá apresentar ao mercado brasileiro, possívelmente em outubro, o Mitsubishi Lancer.


Segundo o site brasileiro "Carsale", a princípio o modelo será importado, porém a perspectiva da montadora japonesa é nacionalizar o modelo em 2013, haja vista que a marca já anunciou em abril, que irá investeir cerca de R$ 1 bilhão nos próximos cinco anos para construção de uma fábrica de motores na cidade de Catalão, no Estado de Goiás.


Com esse investimento, além da nacionalização do sedã, a Mitsubishi viza também a montagem do crossover ASX, já com motores flex. O objetivo da montadora é atingir a marca de 100 mil unidades fabricadas anualmente, o dobro da produção atual.


O Mitsubishi Lancer estará disponível com motor 2.0 litro aspirado, capaz de gerar 152cv e 20,2 kgfm (informação do site da marca japonesa).

A importação do Lancer será um bom teste de mercado antes dele ser nacionalizado e começar a ser fabricado no Brasil. O modelo deverá ter preços na faixa dos seus futuros concorrentes (Honda Civic, Toyota Corolla, etc), ou seja, entre R$ 60 mil e R$ 70 mil.


3 comentários:

fernando - São Paulo-SP disse...

Olha...realmente esse segmento de sedãs médios tem tudo pra pegar fogo...E a Mitsubishi está marcando muita bobeira em ficar de fora deste segmento.Eu acho que esse Lancer tem grandes chances de sucesso por aqui;pois é um produto que pelo menos para mim,ele tem um design de bom gosto,fora que os carros asiáticos de uma forma geral,possuem uma excelente mecânica pois è muito difícil deles quebrarem...enfim!quanto mais concorrência melhor! E o consumidor agradece.

CP disse...

Concordo com você Fernando.
Acho que a Mitsubishi demorou pra ter essa decisão de trazer o Lancer e depois nacionaliza-lo. Sem dúvida é um carro de excelente qualidade, e como você mesmo disse, quanto mais concorrência melhor.
É um segmento bastante concorrido, no entanto, com esse modelo a Mitsubishi tem força suficiente para entrar de igual para igual nessa disputa.

Allan Welson disse...

Lembro-me do Mitsubishi Lancer vendido no Brasil, em tempo que os japoneses ainda não despertavam o interesse de despertam hoje. Agora a Mitsubishi resolve permitir ao parceiro "Mitsubishi Motors Brasil" sua comercialização via importação. É um modelo que chega tarde, e em minha opinião pessoal, não é tão atrativo, assim como todo Mitsubishi atualmente distribuído no Brasil. Possuem certa robustez mecânica, mas faltam-lhes requintes, requintes estes que não existem porque os veículos enquadram-se na "categoria superior" imputada-lhes neste país (basta verificar seus concorrentes em preço noutros mercados mais racionais e com política de preços "sadias ao consumidor"). Por mais que tentem "enfeitar" (no interior, nem sempre o couro consegue desviar nossos olhares da pobreza dos demais materiais e detalhes) e colocar-lhes acessórios eletrônicos comuns (destes encontrados no "aftermarket"), não teremos a eletrônica embarcada de um autêntico "veículo de valor" (a tal imagem vendida-nos aqui).

Repito, vem tarde, e nem sempre é bom o "antes tarde do que nunca", pois uma má investida pode resultar em desesperança no mercado, e jamais teremos outros veículos, quem sabe com lançamentos simultâneos com o mercado mundial e com preços mais "acertados" com a categoria do veículo.

Allan Welson.